Lynx Smart BMS

3. Características

Ver também:

3.1. Peças internas e diagrama de cablagem do Lynx Smart BMS

Peças físicas internas e diagrama de cablagem do Lynx Smart BMS que indica os seguintes elementos:

  • Barramento positivo

  • Barramento negativo

  • Contactor

  • Derivador

Lynx_Smart_BMS_-_features.svg

As peças físicas internas do Lynx Smart BMS

Lynx_Smart_BMS_-_block_diagram.svg

O diagrama de cablagem interna do Lynx Smart BMS

3.2. Contactor

O contactor está situado no barramento positivo.

Protege as baterias quando os sinais ATC (autorização de carga) e ATD (autorização de descarga) falham e a tensão da bateria se torna demasiado alta ou baixa. Apenas é aberto pelo BMS em situações críticas. Na utilização normal está sempre fechado.

O contactor também pode ser utilizado como um interruptor para ligar / desligar o sistema se for acionado por um sinal de ligar/desligar remoto.

  • O contactor fecha-se quando o Lynx Smart BMS recebe alimentação, as baterias estão corretas e o interruptor de ligar / desligar remoto é ativado.

  • O contactor abre-se quando o Lynx Smart BMS deixa de receber alimentação, existe um problema na bateria ou quando o interruptor de ligar / desligar remoto tiver sido desativado.

3.3. Interruptor de ligar / desligar remoto

Os terminais de conexão de ligar/desligar remoto podem ser utilizados para ligar ou desligar à distância o Lynx Smart BMS.

Quando o Lynx Smart BMS for desligado, acontece o seguinte:

  • Os sinais ATC (autorização de carga) e ATD (autorização de descarga) são desligados, pelo que todas as cargas e carregadores também são desligados.

  • Quando a corrente da bateria for suficientemente baixa, o contactor irá abrir-se para que o sistema seja desligado das baterias.

  • O terminal AUX deixará de receber alimentação para que o dispositivo GX conectado também deixe.

  • O modo Lynx Smart BMS entra no modo de hibernação.

  • O «bluetooth» permanecerá ativo.

Existem várias formas de utilizar a função de ligar / desligar remoto:

  • Um interruptor conectado entre os pinos L-H. Quando o interruptor estiver aberto, o Lynx Smart BMS irá desligar-se e quando o interruptor estiver fechado, irá ligar-se.

  • Um interruptor conectado entre o positivo da bateria (ou uma tensão superior a 2 VCC) e o pino H. Quando o interruptor estiver aberto, o Lynx Smart BMS irá desligar-se e quando o interruptor estiver fechado, irá ligar-se.

  • Um interruptor conectado entre o negativo da bateria (ou GND) e o pino L. Quando o interruptor estiver aberto, o Lynx Smart BMS irá desligar-se e, quando o interruptor estiver fechado, ligar-se.

3.4. Circuito de pré-carregamento

O Lynx Smart BMS está equipado com um circuito de pré-carregamento. Este irá carregar previamente as cargas capacitivas como inversores ou inversores/carregadores antes de o contactor fechar.

As verificações são executadas durante o pré-carregamento. Se a carga conectada for inferior a 20 Ω, a corrente for demasiado elevada ou o pré-carregamento demorar demasiado, o contactor não fechará e será gerado um erro.

Se tiver ocorrido um erro de pré-carregamento, o Lynx Smart BMS irá aguardar 30 s e tentar novamente esta operação. No máximo, repetirá isto 20 vezes.

O circuito de pré-carregamento do Lynx Smart BMS tem mais vantagens que outras conceções BMS que utilizam simplesmente um fusível.

3.5. Ventiladores

O Lynx Smart BMS tem dois ventiladores integrados. Estes giram brevemente durante o arranque, quando as cargas estão a ser pré-carregadas.

Durante o funcionamento normal, os ventiladores também funcionam quando:

  • A temperatura supera 60 ºC (140 ºF).

  • A corrente supera 320 A.

  • A dissipação no contactor é demasiado elevada (para evitar o sobreaquecimento do contactor).

3.6. Sistema de gestão de baterias

Pré-alarme

A bateria Lithium Smart envia um sinal de pré-alarme ao Lynx Smart BMS quando uma das tensões de célula for inferior a um limiar definido. A aplicação VictronConnect define o limiar de tensão do pré-alarme na bateria.

Quando o Lynx Smart BMS receber um sinal de pré-alarme, vai ativar o relé de alarme e gerar uma mensagem de alarme. A mensagem de alarme é gerada durante, pelo menos, 30 s antes de as cargas serem desligadas através do sinal ATD.

Um requisito para que o pré-alarme esteja ativo é a utilização das baterias compatíveis com esta função. As baterias mais antigas não tem esta função. Para verificar se a bateria está equipada com um pré-alarme, ligue-se à mesma com a aplicação VictronConnect e veja se a função de pré-alarme é compatível com a aplicação. Se a definição do pré-alarme não estiver incluída na aplicação VictronConnect, então a bateria não é compatível com o pré-alarme.

Atenção

Um desligamento do sistema CC pode causar um risco de segurança. Isto ocorre particularmente numa embarcação. Certifique-se sempre de que intervém com uma advertência de pré-alarme, por exemplo, ligando um gerador para recarregar as baterias.

Autorização de carga e Autorização de descarga

Os contactos Autorização de carga e Autorização de descarga controlam os carregadores e as cargas no sistema:

  • Quando a bateria estiver completamente carregada e a tensão da bateria for demasiado elevada ou a temperatura demasiado baixa, o contacto de autorização de carga é aberto e o carregamento tem de parar.

  • Quando a tensão da bateria for baixa, o BMS adiciona um atraso de 30 s antes de abrir a ATD se o pré-alarme não for suportado. Será enviada imediatamente uma mensagem de alarme.

Para que esta função seja executada corretamente, é essencial que as cargas e os carregadores possam ser controlados pelos sinais de autorização de carga e de autorização de descarga. De forma ideal, cable o sinal a um conector de ligar/desligar remoto de dispositivos ou, se não estiver disponível, pode utilizar um relé de BatteryProtect ou Cyrix-Li.

A corrente nominal máxima das portas de autorização de carga e de autorização de descarga é 0,5 A, estando protegidas por um fusível rearmável.

Controlo de carga e descarga através de DVCC

Se um dispositivo GX estiver ligado ao Lynx Smart BMS e os dispositivos «com compatibilidade DVCC» da Victron estiverem ligados ao mesmo dispositivo GX, o Lynx Smart BMS irá controlar a capacidade de carga e descarga destes dispositivos. Isto ocorre através da função DVCC (Controlo da Corrente e da Tensão Distribuída) do dispositivo GX . Então não é necessário cablar os contactos ATD e ATC para estes dispositivos, sendo utilizada alternativamente a ligação de dispositivo GX.

O Smart Lynx BMS controlará o seguinte:

  • Definir a corrente de carga e as tensões de carga dos dispositivos conectados

  • Parar a descarga quando houver uma tensão de célula baixa ou uma tensão de bateria baixa

  • Parar o carregamento quando a tensão de célula ou a da bateria forem demasiado altas

  • Parar o carregamento quando a temperatura da bateria for demasiado alta ou baixa

Contactor

Se a carga e a descarga não pararem e a tensão da bateria ainda aumentar ou diminuir, o contactor de segurança será aberto para desligar o sistema CC. Isto apenas ocorrerá quando as baterias estiverem criticamente baixas ou em sobrecarga.

3.7. Monitor de bateria (derivador)

O Lynx Smart BMS monitor de bateria funciona de forma similar a outros monitores de bateria Victron Energy. Contém um derivador e a eletrónica do monitor de bateria.

Leitura dos dados do monitor de bateria através de «bluetooth» com a aplicação VictronConnect, um dispositivo GX ou o portal VRM.

3.8. Relé de alarme

O Lynx Smart BMS está equipado com um relé de alarme que irá ativar-se se houver um alarme. O relé não é configurável, com a exceção da escolha do funcionamento contínuo ou intermitente (0,8 s ligado e 0,8 s desligado).

O relé de alarme irá ativar-se nestas circunstâncias:

  • Pré-alarme

  • Qualquer alarme ou erro

O relé de alarme é um relé SPDT, isto significa que tem três contactos: Comum (COM), Normalmente aberto (NO) e Normalmente fechado (NC).  Ver imagem abaixo.

Lynx_Smart_BMS_-_alarm_relay.svg

Funcionalidade do relé de alarme

3.9. Ligação AUX

O Lynx Smart BMS está equipado com uma fonte de alimentação auxiliar. Esta alimentação produz a mesma tensão que a tensão da bateria do sistema, tendo um valor nominal para uma corrente contínua máxima de 1,1 A, com proteção por fusível rearmável.

A saída AUX está ativa quando o Lynx Smart BMS estiver a receber alimentação, for ligado através do interruptor de ligar / desligar remoto e as baterias estiverem corretas.

A saída AUX está inativa quando o Lynx Smart BMS não receber alimentação, quando a bateria estiver quase vazia (tensão da célula inferior 2,6 V) ou quando for desligada com o terminal de ligar/desligar remoto.

É recomendável que o sistema inclua um dispositivo GX, que é alimentado a partir do terminal AUX. Isto acontece porque o dispositivo GX mantém a alimentação quando o contactor estiver aberto.

Importante

Nunca alimente o dispositivo GX a partir do lado da bateria ou continuará a consumir energia quando a bateria estiver descarregada e quando a tensão da bateria for baixa, o que pode danificar as baterias por serem descarregadas adicionalmente.